domingo, 26 de maio de 2013

Rascunho redação Agente 2012

TEMA REDAÇÃO POLICIA FEDERAL 2012 AGENTE
PROVA DISCURSIVA
• Nesta prova, faça o que se pede, usando o espaço para rascunho indicado no presente caderno. Em seguida, transcreva o texto para a FOLHA DE TEXTO DEFINITIVO DA PROVA DISCURSIVA, no local apropriado, pois não serão avaliados fragmentos de texto escritos em locais indevidos.
• Qualquer fragmento de texto que ultrapassar a extensão máxima de linhas disponibilizadas será desconsiderado.
• Na folha de texto definitivo, identifique-se apenas na primeira página, pois não será avaliado texto que tenha qualquer assinatura ou marca identificadora fora do local apropriado.
O Departamento de Polícia Civil do Estado de São Paulo vem investigando os crimes cometidos por três pessoas, maiores e capazes, que atuam no roubo de cargas transportadas em operações interestaduais nos estados de São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. As empresas transportadoras afetadas pelas ações dos criminosos são totalmente privadas, ou seja, não possuem participação financeira de nenhum entre da Federação, não havendo, portanto, em decorrência desses delitos, prejuízo patrimonial direto à União.
Em operação destinada a prender em flagrante os criminosos, apenas um deles foi preso. No momento da prisão, ele ofereceu, ao chefe da equipe policial, cem mil reais para que fosse informalmente libertado. A proposta não foi aceita, e a prisão do criminoso foi efetuada, de acordo com as formalidades legais.
Com base na situação hipotética apresentada acima, redija um texto dissertativo que responda, necessariamente e de maneira fundamentada, aos seguintes questionamentos.
• Havendo necessidade de repressão uniforme dos crimes acima mencionados, poderá o Departamento de Polícia Federal investigar os delitos contra o patrimônio (roubos)?
• Na situação considerada, a proposta feita pelo criminoso ao chefe da equipe policial configurou crime contra a administração pública? Em caso afirmativo, especifique o delito.


RASCUNHO DA MINHA REDAÇÃO. Não tive acesso à minha folha de redação definitiva. Postei o rascunho da mesma. É claro que fiz diversos ajustes, pois a redação você deve escrever as ideias para depois ir colocando outros elementos. Na discursiva minha nota foi 12.93 e ainda tive uma rasura. Espero que possa servir ao menos de base.

SEGUE A REDAÇÃO:

É indiscutível que a Policia Federal possui atribuições para reprimir os crimes que ocorrem de forma interestadual. Dentre algumas competências podemos citar: (coloquei os pontos obrigatórios que tinham que constar na redação).

Sabe-se que a Constituição Federal prevê de forma expressa a possibilidade da Policia Federal reprimir crimes interestaduais. Cabe salientar, que esta função não excluem as autoridades estaduais que possuem a mesma função. Roubo de carga, veículos, drogas e armas são alguns exemplos que decorrem das atividades desses bandos ou quadrilhas. Assim, é elementar uma atuação que ocorra tanto de forma repressiva quanto preventiva.

Além disso, a Carta Magna da República Federativa do Brasil também prevê a atuação dos Agentes Federais no crime que exijam repressão uniforme. Fatos ilícitos que estejam ocorrendo em vários pontos do território Nacional devem ser orientados pela Policia Judiciária da União podemos citar: operações conjuntas, troca de informações e um sistema integrado de inteligência são bastante eficazes. A segurança publica Nacional deve agir em permanente sintonia. Por outro lado, sabemos que os agentes no seu dia a dia sofrem diversos tipos de “subornos”. A situação em questão configura o crime de corrupção ativa e por consequência possui como sujeito passivo a administração pública. O criminoso deve ser responsabilizado pelo crime.


Diante do exposto, a Policia Federal possui competência para investigar os delitos que ocorrem de forma interestadual, mesmo que não sejam contra bens, serviços e interesses da União. 

21 comentários:

  1. Muito interessante sua forma de expressar.
    Ja vi duas ou tres redações da prova do ano passado de alguns candidatos que obtiveram otimas notas, e é indiscutivel, TODOS escreveram basicamente a mesma coisa.
    Citaram a competencia da PF segundo a CF e falaram que o crime descrito era Corrupção Ativa.
    Ou seja, sem muito misterio. Notas boas somente dizendo o básico. Fantastico.


    Tenho uma duvida, desculpa se nao é sobre o assunto, mas Alexandre, sobre concurso de remoção, vc disse que cada cidade tem um numero de ponto correto? Minha pergunta é: Quando se é transferido para outra cidade mediante o concurso, esses pontos sao zerados ou vc tende a acumula-los para sempre?

    ResponderExcluir
  2. Dizem que vai mudar mas neste último a pontuação não foi zerada. Acho que deveria ao menos perder os pontos que foram usados para remoção. para os novinhos é ruim pois o cara que tinha 7 mil continua com a mesma.

    A redação não tem mistério mas tinha muito medo dela. Teve candidato inclusive colocando que não era atribuição do DPF. Dizem que existe uma lei que fala sobre o assunto. perdeu ponto quem classificou com corrupção passiva, ou seja, erro grande.

    O que coloquei aí foi o rascunho. No definitivo é sempre bom dar uma "incrementada" e repetir no máximo a palavra 2x.

    Valeu galera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Esse gastar que vc diz é se outra pessoa tiver menos pontos que vc? ex:
      A tem 20 pontos
      B tem 15
      Entao A ganha o concurso mas fica com 5 pontos.
      É isso?

      Realmente, a redação nao tem muito segredo. Vc tem que ter conhecimento na area que o resto da pra levar.

      Excluir
    2. É a lei Nº 10.446/02 que trata sobre o assunto, Alexandre.

      Mais uma vez, valeu demais pelo blog.
      Abç

      Israel

      Excluir
    3. Exatamente isso Claudio mas só Deus sabe qual será o próximo critério. Só sei que quando sai o concurso de remoção você pode escolher quantas opções quiser não tem limite de 3 ou 4 lugares.

      Essa lei mesmo Israel. Como falei, não vi pessoas perdendo ponto dizendo que não era era atribuição. Se fosse cobrar exatamente o conteúdo da lei 10.446/02 não teriam nem 500 aprovados. Valeu pelo elogio irmão!!!

      Galera cometi uma "gafe". Minha redação possuem 5 parágrafos sempre: introdução, 3 desenvolvimentos e conclusão. O conectivo que coloquei no último "diante do exposto" seria na conclusão. Puxando na mente lembrei que fechei os parágrafos e a conclusão fiz na folha definitiva na hora sem rascunho.

      Se alguém não entender basta dizer que explico melhor.

      Excluir
  3. Muito bom Alexadre, com certeza vai ajudar no meu treino em redação. A Cespe sempre vem com essas coisas de casos e responder necessariamente questões.

    Cara, deixa eu te fazer uma pergunta sobre outro assunto: ano passado teve diversas paralisações e greves da PF reivindicando reestruturação de carreira e melhores condições de trabalho. Pelo que lembro não deu em nada, o governo bateu o pé. Tem alguma discussão a esse respeito ou perspectivas de melhora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Complicado João, até agora nada!!!

      A galera tá batendo "literalmente de frente" com o Governo e Delegados. Infelizmente a PF está parada... Vários colegas já estão estudando para outro concurso. Ser Federal não é ter emprego e sim a realização de um sonho. Quem passou neste concurso pode passar em diversos outros inclusive ganhando mais.

      O dinheiro não é o maior problema e sim atribuição. Queremos que um EPA (Escrivão, Papi e Agente) possam se tornar um Superintendente e não apenas o delegado. O aumento de 15.8% foi rejeitado pela categoria já os deltas e peritos aceitaram.

      Durante muito tempo os deltas tiveram controle total no departamento. Hoje com o nível dos candidatos este controle é cada vez mais difícil. Como não é igual militarismo, ou seja, ninguém é obrigado a fazer ou seguir a ordem deles, o que ocorre na prática é não sermos apoiados por esta categoria na luta salarial.

      Eles não aceitam que um EPA com 30 anos de serviço ganhe mais do que um delegado em início de carreira! Por outro lado, o Governo aproveita este "racha" e cada vez mais coloca atribuições para o Exército e força Nacional (vide a Copa das confederações).

      Infelizmente estamos perdendo força a realidade é essa. Acredito que 70% do DPF esteja parado sem trabalhar. Existem propostas com o MJ e sinceramente acredito que algo vai sair em médio prazo. O adicional de fronteira continua sendo uma lenda e anda bem devagar o seu trâmite.

      A luta contra a PEC 37 está aí. Os Deltas brigam sozinhos contra o MP e estes por outro lado, tem apoio total dos EPAs.

      abs

      Excluir
    2. Bah complicado mesmo cara. Para este governo parece que quanto menos operações e maior enfraquecimento da PF melhor.

      Cara tem algum curso prioritário que o pessoal aí estuda para mudar de ares? Este ano vai ter concurso para ABIN, sei que alguns estudam para ele.

      Excluir
    3. As pessoas mudam de área devido ao salário. Fiscal, Abin mas o principal motivo é o problema com os Delegados. Ontem saiu uma publicação falando que o DPF acabou. Prefiro não comentar estas coisas pois estão em um momento de ingresso no órgão, depois cada um poderá tirar suas próprias conclusões.

      Abin, fiscal somente por causa do salário. Ser PF é muito gratificante. O certo é que muitas pessoas já estão deixando o departamento e geralmente quando saem são mão de obra muito qualificadas! Polícia do Senado ganha 11 mil liquido...

      Existem amigos que entraram para fazer um "trampolim" para Delta. Ao menos de da "boca para fora" já desistiram.

      abs

      Excluir
  4. No ano passado fiz um curso de revisão pra essa prova de agente, foi meu primeiro cursinho. O professor falou exatamente isso: a redação deve ser o mais simples possível, o examinador corrige diversas provas e não quer saber de enrolação. Ele inclusive mostrou uma redação de uma mulher que havia tirado a nota máxima e as palavras eram muito objetivas. Agora estou fazendo outro curso, na mesma instituição, e o professor de redação é doutor em português. Para ele, a redação é um ritual sagrado e dificílimo. Vejo que a grande maioria que tende ao primeiro critério, aparentemente se dá melhor. O problema é a base que, por mais bem que você escreva, se não souber o que a lei ou a CF dizem, ta lascado. Valew Alexandre, venho acompanhando diariamente o blog. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito Lucas,

      seja objetivo e simples. Períodos curtos também ajudam. Dominar o tema é fundamental. Se ler na prova e souber sobre o assunto 50% a mais de sucesso. Eu nunca fui bom nisso, porém no curso, sempre tive notas razoáveis.

      Respeitar as margens, evitar ao máximo rasuras (se ocorrer nada de desespero) são fatores que fazem diferença. Sempre ficamos naquela dúvida. Eu sempre falei a minha esposa que gostaria ao menos de ver meu nome publicado no cespe.

      Se a Banca novamente entrar no mérito de "lei" o tema deve ser tranquilo. Tenho uma amiga que passou em um concurso do INSS (salvo engano) porque a redação pedia para falar das mudanças na contabilidade. Ela só sabia porque estudava para PF. Resultado, subiu várias posições e foi chamada. Ganha a mesma coisa que a PF, hoje deve ser até mais, e não saiu do RJ continuou morando em Copacabana. Preferiu desistir de encarar a fronteira...

      Forte abraço!

      Excluir
  5. Cara, parabéns pela grande iniciativa irmão! Muito em breve estaremos juntos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos juntos!!!

      Com certeza você chagará lá!!!

      abs

      Excluir
  6. Prazer Alexandre,

    Parabéns pela iniciativa. Sempre é bom conversar com um Agente da PF, pois assim sinto que também sou capaz de conquistar o tão sonhado cargo. Para quem está de fora, vê vocês do super-homens. Alexandre, os problemas que relatou acima sobre EPA vs Delegado não é exclusivo da PF. Toda profissão têm seus desentendimentos. Atualmente, sou Agente Penitenciário em MG, nossa carreira está cheia de problemas, muito mais do que a PF. Nós, Agentes Penitenciário vemos da PF como nosso primo rico e top de linha. Por isso quero chegar aí. Enfim, eu também fiz o concurso em 2012, mas nem passei na prova objetiva. Continuo estudando, farei para escrivão agora. Você, já aprovado e trabalhando na PF, tem alguma dica para a prova e para a redação???

    Parabéns pela redação, pelo visto você tirou nota máxima, pois 12,93 para 13 é pouca diferença. Visitarei o site frequentemente em busca de novidades...

    Sucesso, saúde e paz..

    Oilson Trevisanuto

    ResponderExcluir
  7. Prezado Oilson,

    agradeço pelos elogios. realmente este tipo de problema não é só no DPF. Ocorre que aqui o nível dos servires é elevado, acirrando ainda mais o problema. No militarismo por exemplo, manda quem pode, o restante você já sabe.

    Não estou acompanhando as novidades e noticias. Acho também que a espionagem Americana está muito em cima para cair, mas não podemos abrir mão de saber. PEC 37 também não creio.

    Parando para pensar está onda de protestos a nivel Mundial seria uma boa pedida, ta ai... No mais, algo relacionado ao trabalho da PF, sua importância e etc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelas dicas. Não tinha me atentado para a espionagem americana, vou buscar informações para me inteirar do assunto. Valeu pelas dicas...

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Alexandre, muito obrigado por compartilhar sua excelente redação. Ela desmistificou a prova discursiva da PF. Por exemplo:
    - não foi necessário citar a letra da Lei (nº da Lei, arts, etc);
    - o detalhe que eram três criminosos (a Lei fala em quadrilha) não gerou problema.

    Contudo, gostaria de conseguir mais algumas boas redações da PF. Escrivão_2012, por exemplo.
    Você sabe onde posso conseguir?

    Forte abraço!
    Nos vemos no DPF,

    Paulo.

    ResponderExcluir
  10. Paulo,

    posso fazer contato e tentar conseguir nada certo.

    Fique no aguardo.

    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre, caso não consiga alguma boa dissertação da prova discursiva escrivão_2012/2013, você poderia discorrer sobre ela? (O que você acha sobre o caso descrito e tal).
      Aqui tem ela: http://www.cespe.unb.br/concursos/DPF_12_ESCRIVAO/arquivos/DPF13ESC_001_01.PDF
      São três perguntas. Qualquer explicação é de grande ajuda.

      Abraço,
      Paulo.

      Excluir